sábado, 22 de junho de 2013

Tema : As nove casas que Jesus entrou

Apocalipse  3:20

1ª Casa: de Simão (Fariseu) (Lucas 7.36-50)
Para perdoar os pecados.

(Lucas 7:36) - E rogou-lhe um dos fariseus que comesse com ele; e, entrando em casa do fariseu, assentou-se à mesa.

(Lucas 7:37) - E eis que uma mulher da cidade, uma pecadora, sabendo que ele estava à mesa em casa do fariseu, levou um vaso de alabastro com ungüento;

(Lucas 7:38) - E, estando por detrás, aos seus pés, chorando, começou a regar-lhe os pés com lágrimas, e enxugava-lhos com os cabelos da sua cabeça; e beijava-lhe os pés, e ungia-lhos com o ungüento.

(Lucas 7:39) - Quando isto viu o fariseu que o tinha convidado, falava consigo, dizendo: Se este fora profeta, bem saberia quem e qual é a mulher que lhe tocou, pois é uma pecadora.

(Lucas 7:40) - E respondendo, Jesus disse-lhe: Simão, uma coisa tenho a dizer-te. E ele disse: Dize-a, Mestre.

(Lucas 7:41) - Um certo credor tinha dois devedores: um devia-lhe quinhentos dinheiros, e outro cinqüenta.

(Lucas 7:42) - E, não tendo eles com que pagar, perdoou-lhes a ambos. Dize, pois, qual deles o amará mais?

(Lucas 7:43) - E Simão, respondendo, disse: Tenho para mim que é aquele a quem mais perdoou. E ele lhe disse: Julgaste bem.

(Lucas 7:44) - E, voltando-se para a mulher, disse a Simão: Vês tu esta mulher? Entrei em tua casa, e não me deste água para os pés; mas esta regou-me os pés com lágrimas, e mos enxugou com os seus cabelos.

(Lucas 7:45) - Não me deste ósculo, mas esta, desde que entrou, não tem cessado de me beijar os pés.

(Lucas 7:46) - Não me ungiste a cabeça com óleo, mas esta ungiu-me os pés com ungüento.

(Lucas 7:47) - Por isso te digo que os seus muitos pecados lhe são perdoados, porque muito amou; mas aquele a quem pouco é perdoado pouco ama.

(Lucas 7:48) - E disse-lhe a ela: Os teus pecados te são perdoados.

(Lucas 7:49) - E os que estavam à mesa começaram a dizer entre si: Quem é este, que até perdoa pecados?

(Lucas 7:50) - E disse à mulher: A tua fé te salvou; vai-te em paz.
O fariseu lembrou-se dos pecados daquela mulher, mas não viu o amor de Jesus.

Jesus entrou naquela casa para perdoar os pecados e mostrar para nós que não há ninguém que Ele não possa perdoar.

A natureza humana vê o mal, mas ignora o bem.

Enquanto homens condenam sem piedade, Cristo estende a mão e oferece perdão;


2ª Casa: de Zaqueu (Lucas 19.1-10)
Para trazer salvação.
(Lucas 19:1) - E, tendo Jesus entrado em Jericó, ia passando.

(Lucas 19:2) - E eis que havia ali um homem chamado Zaqueu; e era este um chefe dos publicanos, e era rico.

(Lucas 19:3) - E procurava ver quem era Jesus, e não podia, por causa da multidão, pois era de pequena estatura.

(Lucas 19:4) - E, correndo adiante, subiu a um sicômoro para o ver; porque havia de passar por ali.

(Lucas 19:5) - E quando Jesus chegou àquele lugar, olhando para cima, viu-o e disse-lhe: Zaqueu, desce depressa, porque hoje me convém pousar em tua casa.

(Lucas 19:6) - E, apressando-se, desceu, e recebeu-o alegremente.

(Lucas 19:7) - E, vendo todos isto, murmuravam, dizendo que entrara para ser hóspede de um homem pecador.

(Lucas 19:8) - E, levantando-se Zaqueu, disse ao Senhor: Senhor, eis que eu dou aos pobres metade dos meus bens; e, se nalguma coisa tenho defraudado alguém, o restituo quadruplicado.

(Lucas 19:9) - E disse-lhe Jesus: Hoje veio a salvação a esta casa, pois também este é filho de Abraão.

(Lucas 19:10) - Porque o Filho do homem veio buscar e salvar o que se havia perdido.

·     Os fariseus criam que os publicanos estavam fora do alcance da salvação.

Eram considerados ladrões, na mente do povo esse tipo de gente jamais seria salvo, mas Jesus mandou Zaqueu descer porque lhe convinha entrar na casa dele, levar a salvação para ele e toda a sua família.
·     "Todos murmuravam": era mais fácil para o povo louvar Jesus pela cura do cego do que pela salvação de um grande pecador.

·         Não há pecador que Jesus não possa salvar.

·         No há pecado que Ele não possa perdoar.

·         No há vida que Ele não possa transformar.

3ª Casa: de Simão Pedro (Lucas 4.4-38-39)

Para curar.

(Lucas 4:38) - Ora, levantando-se Jesus da sinagoga, entrou em casa de Simão; e a sogra de Simão estava enferma com muita febre, e rogaram-lhe por ela.

(Lucas 4:39) - E, inclinando-se para ela, repreendeu a febre, e esta a deixou. E ela, levantando-se logo, servia-os.

A Bíblia nos diz em:

(Isaías 53:4) -  Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.


Jesus entra em nossa casa trazendo a cura, por mais grave que seja a enfermidade, ele já levou sobre si.

·         "Imediatamente aquela mulher se levantou e os servia": A cura foi total e imediata. 

·         O serviço é a melhor prova de que Cristo cura e transforma.

4ª Casa: de Jairo (Lucas 8.41-42, 49-55)

Para trazer vida.

(Lucas 8:41) - E eis que chegou um homem de nome Jairo, que era príncipe da sinagoga; e, prostrando-se aos pés de Jesus, rogava-lhe que entrasse em sua casa;

(Lucas 8:42) - Porque tinha uma filha única, quase de doze anos, que estava à morte. E indo ele, apertava-o a multidão.

(Lucas 8:49) - Estando ele ainda falando, chegou um dos do príncipe da sinagoga, dizendo: A tua filha já está morta, não incomodes o Mestre.

(Lucas 8:50) - Jesus, porém, ouvindo-o, respondeu-lhe, dizendo: Não temas; crê somente, e será salva.

(Lucas 8:51) - E, entrando em casa, a ninguém deixou entrar, senão a Pedro, e a Tiago, e a João, e ao pai e a mãe da menina.

(Lucas 8:52) - E todos choravam, e a pranteavam; e ele disse: Não choreis; não está morta, mas dorme.

(Lucas 8:53) - E riam-se dele, sabendo que estava morta.

(Lucas 8:54) - Mas ele, pondo-os todos fora, e pegando-lhe na mão, clamou, dizendo: Levanta-te, menina.

(Lucas 8:55) - E o seu espírito voltou, e ela logo se levantou; e Jesus mandou que lhe dessem de comer.

·         Jesus ignorou o fato da morte. “Morte? Não há morte!”.

·         Não existe perda final quando há fé na vida que Cristo dá.

Mesmo que tudo pareça perdido, mesmo que já esteja morto aos seus olhos, Jesus vem e traz a vida de volta, ressuscita seus sonhos, seu casamento, sua família.


5ª casa: Em Caná da Galiléia (João 2.1-11)

Para levar alegria.
(João 2:1) - E, ao terceiro dia, fizeram-se umas bodas em Caná da Galiléia; e estava ali a mãe de Jesus.

(João 2:2) - E foi também convidado Jesus e os seus discípulos para as bodas.

(João 2:3) - E, faltando vinho, a mãe de Jesus lhe disse: Não têm vinho.

(João 2:4) - Disse-lhe Jesus: Mulher, que tenho eu contigo? Ainda não é chegada a minha hora.

(João 2:5) - Sua mãe disse aos serventes: Fazei tudo quanto ele vos disser.

(João 2:6) - E estavam ali postas seis talhas de pedra, para as purificações dos judeus, e em cada uma cabiam dois ou três almudes.

(João 2:7) - Disse-lhes Jesus: Enchei de água essas talhas. E encheram-nas até em cima.

(João 2:8) - E disse-lhes: Tirai agora, e levai ao mestre-sala. E levaram.

(João 2:9) - E, logo que o mestre-sala provou a água feita vinho (não sabendo de onde viera, se bem que o sabiam os serventes que tinham tirado a água), chamou o mestre-sala ao esposo,

(João 2:10) - E disse-lhe: Todo o homem põe primeiro o vinho bom e, quando já têm bebido bem, então o inferior; mas tu guardaste até agora o bom vinho.

(João 2:11) - Jesus principiou assim os seus sinais em Caná da Galiléia, e manifestou a sua glória; e os seus discípulos creram nele.

 
• Primeiro milagre de Jesus mencionado na Bíblia.

• Um casamento: As festas duravam 7 dias. Jesus deve ter chegado nos últimos dias da festa.

• Foram de 600 a 900 litros de vinho. Aliás, o melhor vinho.

 
Aquele casal convidou Jesus para estar em seu casamento.


Vs. 3 - A Bíblia diz que, de repente, o vinho acabou. E o vinho simboliza gozo, alegria, felicidade.


E tudo isso acabou naquela festa.


Mas Jesus fez um milagre e a alegria voltou àquela casa.


6ª Casa: de Marta e Maria (Lucas 10.38-42)
Para ser amigo.

(Lucas 10:38) - E aconteceu que, indo eles de caminho, entrou Jesus numa aldeia; e certa mulher, por nome Marta, o recebeu em sua casa;

(Lucas 10:39) - E tinha esta uma irmã chamada Maria, a qual, assentando-se também aos pés de Jesus, ouvia a sua palavra.

(Lucas 10:40) - Marta, porém, andava distraída em muitos serviços; e, aproximando-se, disse: Senhor, não se te dá de que minha irmã me deixe servir só? Dize-lhe que me ajude.

(Lucas 10:41) - E respondendo Jesus, disse-lhe: Marta, Marta, estás ansiosa e afadigada com muitas coisas, mas uma só é necessária;

(Lucas 10:42) - E Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada.


·         Marta estava procurando agradar seu convidado, arrumando a casa. Prestando um serviço terreno, de natureza não-espiritual.

·         Maria ficou ao lado de Jesus todo o tempo, buscando comunhão com ele. Buscando alimento, cultuando, crescendo.

·         Marta - atarefada com muitos afazeres de menor importância.

·         Maria - buscando a saúde da própria alma.


7ª Casa: em Emaús (Lucas 24.13-16, 29-32)
Para abrir os olhos dos discípulos.

(Lucas 24:13) - E eis que no mesmo dia iam dois deles para uma aldeia, que distava de Jerusalém sessenta estádios, cujo nome era Emaús.

(Lucas 24:14) - E iam falando entre si de tudo aquilo que havia sucedido.

(Lucas 24:15) - E aconteceu que, indo eles falando entre si, e fazendo perguntas um ao outro, o mesmo Jesus se aproximou, e ia com eles.

(Lucas 24:16) - Mas os olhos deles estavam como que fechados, para que o não conhecessem.


(Lucas 24:29) - E eles o constrangeram, dizendo: Fica conosco, porque já é tarde, e já declinou o dia. E entrou para ficar com eles.

(Lucas 24:30) - E aconteceu que, estando com eles à mesa, tomando o pão, o abençoou e partiu-o, e lho deu.

(Lucas 24:31) - Abriram-se-lhes então os olhos, e o conheceram, e ele desapareceu-lhes.

(Lucas 24:32) - E disseram um para o outro: Porventura não ardia em nós o nosso coração quando, pelo caminho, nos falava, e quando nos abria as Escrituras?


8ª Casa: de seus amigos (João 20.26-29)

Para fortalecer-lhes a fé.
(João 20:26) - E oito dias depois estavam outra vez os seus discípulos dentro, e com eles Tomé. Chegou Jesus, estando as portas fechadas, e apresentou-se no meio, e disse: Paz seja convosco.

(João 20:27) - Depois disse a Tomé: Põe aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos; e chega a tua mão, e põe-na no meu lado; e não sejas incrédulo, mas crente.

(João 20:28) - E Tomé respondeu, e disse-lhe: Senhor meu, e Deus meu!

(João 20:29) - Disse-lhe Jesus: Porque me viste, Tomé, creste; bem-aventurados os que não viram e creram.

• O encontro com Tomé, no domingo.

Tomé havia dito que só acreditaria que Jesus havia ressuscitado se visse as cicatrizes dele, se tocasse nas marcas dos cravos.

Bem aventurado (feliz) somos nós os que cremos em Jesus sem nunca termos o visto.

Mas quando nos tornamos amigos de Cristo, quando ele entra em nossa casa para fortalecer a  nossa fé, nós cremos, somos transformados, nos tornamos felizes (Bem aventurados).

Conclusão A sua pode ser 9ª Casa.
(Apocalipse 3:20) - Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo.

• A nona casa PODE ser a sua, caso você abra a porta do seu coração e deixe Jesus entrar em sua vida, e reinar nela.

Um dia, em um culto doméstico, Jesus me resgatou. Entrou na minha casa, entrou na minha vida, como diz a canção interpretada por Regis Danese, mexeu com minhas estruturas, sarou minhas feridas, me ensinou a ter santidade e hoje posso dizer que o Senhor é o meu BEM MAIOR.
Porque Ele fez um milagre em mim.


Pr. Andre Bruno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário